15 julho 2014

Diário em transição

|

Depois de refletir bastante eu tomei uma decisão vou dar inicio a minha transição capilar e consequentemente o blog vai conter mais conteúdo sobre cabelos. Logo de inicio vou falar que não está sendo fácil administrar duas texturas de cabelo, ainda mais quando a partes do cabelo não está definido. Eu to chegando lá e daqui a alguns anos (espero que sejam poucos) vocês vão dar de cara com uma blogueira negra e cacheada. Para quem não sabe o que é transição vou explicar o que eu sei sobre o assunto e como minha historia começou.

Minha historia - Basicamente eu estou escrava do padrão obtido pela sociedade a 12 anos, padrão esse que fala que para ser uma menina bonita e aceita pelos outros tem que ter cabelo liso. Para vocês terem noção do quanto era cacheado meu cabelo, minha mãe teve uma brilhante ideia de raspar minha cabeça com 2 anos de idade, por causa do trabalho que dava para pentear, não por satisfeita repetiu o processo. Adorava ficar sem pentear os cabelos. Até ai ta tudo bem, depois que eu cresci e o cabelo me acompanhou, eu fui convidada para ser dama de honra do casamento da minha tia e na mesma época está laçando um famoso alisante 'toin' com aquele cara famoso fazendo propaganda, acho que toda menina de 10 anos lembra ou passou por esse processo. Então foi ai que resolveram alizar meu cabelo, para entrar na igreja (olha o padrão imposto pela sociedade) menina arrumada é menina alisada. E depois disso você já sabe na primeira aplicação o cabelo sugava toda química e molhado era perfeito mais quando o cabelo secava sai de baixo eu crente que estava arrasando (criança). Todos os eventos que tinha eu alisava o cabelo e quando fui crescendo a vaidade aumentando ficou mas frequente, levei 12 anos presa a esse vicio. Só que a situação mudou, hoje tenho 17 anos e sei o que eu estou fazendo com o meu cabelo e com a minha saúde e a química não ajuda em nada em ambas as partes. Até então não tinha se quer pensando em fazer transição, mas meu cabelo não estava sedendo a nenhum tipo de alisamento, juro tentei de tudo : alisantes, selantes, definitivas, carbocisteína, progressiva sem formol, com formou e nada alisava. O meu cabelo estava no ponto de dar duas progressivas dentro més, assim não tem saúde e dinheiro que aguente. Esse foi o fator principal para eu parar de vez com essa loucura e assumir meus cachos. E agora que começa todo o processo de transição.


Transição Capilar - É a saída do cabelo quimicamente tratado para o cabelo natural seja ele liso ou cacheado. Fato resumido. 



Inspirações 




A decorrer de todo o processo da minha transição vai ter fotos de inspirações de pessoas que já passaram por esse procedimento. Essas duas meninas eu conheci em um dos grupos relacionado a transição que eu participo no facebook e (logovou falar sobre ele com vocês) e convidei elas para participar da primeira etapa do nosso Diário em transição. Uma delas tem um blog que lá você vai encontrar muitas dicas legais sobre o assunto e outras feminices.
Blog da Gabriele Silva- Vicio diário 

3 comentários:

  1. Muito linda sua iniciativa, eu tenho o cabelo meio ondulado meio liso, e infelizmente algumas vezes eu sinto essa pressão da sociedade com o fato do tipo do cabelo, agora eu estou com o meu cabelo liso porque fiz uma escova progressiva e depois que ela sair não faço ideia de como o meu cabelo vai ficar.
    Beijos Layssa..

    Blog : http://todammimada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado. se agente não tiver uma posição isso acaba nos corroendo e alem de ser escrava da química vamos ser da da sociedade e seu padrão. beijos

      Excluir
  2. Eu tenho uma amiga que também fez esse processo, e no caso dela, foi bem rápido! Eu acho lindos os cabelos lisos e os cacheados também. Acho que qualquer cabelo que esteja bem tratado, está bonito, independente de ser liso, cacheado, crespo, etc. Boa sorte na sua transição!
    Beijos,
    Julie | http://www.juliechagas.com/

    ResponderExcluir

T